Untitled

pelospelos:

"Meus pelos nascem por todos os cantos com tamanha autenticidade que não posso pensar em erradicá-los. A liberdade invejável dos meu pelos afirma minha própria maneira livre e me sinto tão linda e confortável que só posso viver assim."

"Fiquei encantada com o ensaio para o PELOS PELOS que admiro e sempre considerei poético. Esse assunto de não-depilação é algo recorrente em minha vida e quando feito de maneira tão livre me faz pensar que pode ajudar outras mulheres a assumirem seu hedonismo e virtudes."

"Quando vi Juliette Binoche no filme ‘A Insustentável Leveza do Ser’ de Philip Kaufman e percebi seus pelos e sua beleza natural, entendi que nós mulheres somos flores. Foi uma idéia de satisfação pessoal e até uma descoberta de toque e leveza que estava dentro dos meus poros e precisava sair e desabrochar."

Keity Valença, 28 anos, São Paulo - SP

(via thisishairy)